Blog Casa da Ovelha


Queijos / Gastronomia

Desvendando o Queijo Pecorino

03
Mai

Com origem italiana, o nome pecorino é dado devido a sua fabricação com leite de ovelha. O queijo possui algumas características específicas conforme a região e a forma como ele é produzido (tamanho diferentes, grânulos, tempo de maturação, tipo de leite empregado e suas misturas). 

OS BENEFÍCIOS DO LEITE DE OVELHA:
Muito nutritivo e delicioso, o leite de ovelha possui um sabor levemente adocicado, suave e de uma cremosidade única para o paladar. Na Casa da Ovelha, utilizamos o leite de tipo A, que oferece uma série de benefícios nutricionais a saúde: 

- Proteínas: no leite de ovelha existe um teor muito maior de proteínas, se comparado a outros tipos de leite; 
- Gordura: mesmo com um teor maior que o leite de vaca, seus glóbulos de gordura são menores, o que facilita a digestão pelo organismo; 
- Minerais: com mais de 50% de cálcio, se comparado ao leite de vaca, ele é um produto essencial para o tratamento e prevenção da osteoporose. O leite de ovelha também ajuda na formação óssea de crianças e adolescentes;
- Vitaminas: além das vitaminas A, B1, B2 e B12, o leite ainda conta com Vitamina C e Biotina, ambos encontrados em teores maiores, quando comparados ao leite de vaca.

VARIEDADES FAMOSAS DE PECORINO:
Com uma boa capacidade de conservação, o pecorino possui algumas variações mais conhecidas entre os apreciadores da iguaria, são elas: pecorino romano, sardo e toscano. Cada variação possui suas peculiaridades quanto ao sabor, tamanho, cor e região de fabricação:

- Pecorino Romano:
Feito na região de Lazio, este queijo é produzido com leite cru de ovelha, demorando de 8 a 10 meses para maturar. Com um sabor salgado e picante e formato de tambor, ele chega a pesar 33 kg. O queijo ainda possui casca dura e uma cor que varia conforme a idade (maturação).

- Pecorino Sardo:
Fabricado na região de Sardenha, este queijo também utiliza leite cru de ovelha em sua composição. Com um formato cilíndrico, pesando entre 1 kg e 4kg e variações de cores conforme a sua idade de maturação, o queijo possui duas versões: doce e madura. Na versão doce, é possível sentir um gosto mais delicado, lembrando a mistura de nozes e ervas. Já na sua versão salgada, a sua textura fica mais dura, seca e picante.

- Pecorino Toscano:
Vindo da região de Toscana, ele é muito parecido com a variação Sardo, tanto no formato como na utilização do leite da ovelha como base de fabricação. A cor da sua casca pode variar entre as cores palha, castanho e até mesmo preta, conhecido como pecorino toscano crosta nero. Entre as variações, este é o único que possui um menor tempo de maturação, o que resulta em um sabor mais frutado e uma textura mais flexível, com sabores de nozes e de caramelo.