Blog Casa da Ovelha


Queijos / Gastronomia

Como harmonizar queijos frescos

08
Mai

O prazer em apreciar uma boa harmonização de queijos está na diversidade de sabores que cada combinação pode trazer. E engana-se quem pensa que somente queijos maturados são dignos de serem harmonizados em uma degustação. Aposte também nos queijos frescos e leve à sua mesa um mundo de novos sabores!

- Quais as características dos queijos frescos?
Os queijos frescos são queijos denominados jovens, pois não passam pelo longo processo de maturação. Podem existir em diversos sabores. Entre os exemplos mais conhecidos estão o Feta, de origem grega, e a Ricota – que, tecnicamente, não é um queijo, mas costuma entrar no grupo pela semelhança com esse derivado do leite. 
Normalmente, queijos frescos não têm casca e possuem um sabor mais lácteo. Sua consistência é suave e de elevada umidade.


- Em que tipos de receita é possível usá-los?
Queijos frescos podem ser utilizados em molhos leves para acompanhar massas. Outra maneira de consumi-los é em saladas (com tomates, azeitonas e ervas, por exemplo), patês, tábuas de frios e sobremesas.


- Que vinhos melhor harmonizam com os queijos frescos?
Queijos frescos combinam com vinhos brancos, suaves e levemente aromáticos. Algumas opções indicadas são os vinhos do tipo Sauvignon Blanc, Chardonnay e espumantes.

→ Veja aqui uma receita imperdível de salada com Queijo Feta Casa da Ovelha
→ Conheça os queijos frescos e maturados da Casa da Ovelha em nossa loja virtual.